quinta-feira, 1 de março de 2018

Gusttavo Lima e a #Globolixo

Todos devem ter ficado sabendo sobre a "polêmica" envolvendo o vídeo de Gusttavo Lima atirando com uma arma de grosso calibre, nos Estados Unidos, e como a Globo, Paladina da Justiça, fez o que pôde e o que não pôde para crucificar o cantor. Antes de mais nada, não gosto de música sertaneja, em especial o "Sertanejo Universitário", mas um canal que vive glamorizando a favela, o alto poder dos traficantes e transformando-os em vítimas da sociedade, quando é justamente o oposto do que ocorre, tem qual morar pra criticar?

Gusttavo Lima não estava dando tiros para o alto, em algum local onde inocentes poderiam ser feridos; estava num local propício para a prática de tiro, onde as chances de uma tragédia acontecer são mínimas, Já para a Marxista Globo, Gusttavo deve ser considerado um vilão, um fomentador do crime organizado e da violência, mas quem vive fazendo novela em morro (onde a maioria das pessoas é de bem, ressalto) e alçando bandidos ao estrelato, deveria ser a última a dar alguma opinião sobre se uma pessoa, desde que preparada física e psicologicamente para fazê-lo, deve ou não armar-se.

Por fim, Gusttavo não fez nada de absurdo. Já a #Globolixo...